Quem foi Ruy Leme (1925-1997) – Vanzolini em Foco Especial de Aniversário de 40 anos

Ruy Aguiar da Silva Leme ajudou a construir a his­tória da Universidade de São Paulo (USP). Seu nome está intimamente ligado ao da Fun­dação Vanzolini, assim como à trajetória do ensino de Adminis­tração de Empresas e Engenha­ria de Produção no Brasil.

Formado em Engenharia Civil em 1949, foi o sucessor de Car­los Alberto Vanzolini na cátedra 48 – Estatística, Economia e Organização Industrial – da Escola Politécnica. Ruy Leme pode ser chamado de visionário, pois em plena era da dinâmica do desenvolvimento industrial, implementada pelo presidente Juscelino Kubitschek, propôs e realizou, em 1958, a implantação do Departamento de Engenha­ria de Produção da Escola Politécnica da USP, pioneiro na América do Sul.

Pode ser considerado um dos primeiros “consultores”, na acepção moderna do termo, devido a inúmeros projetos realizados para grandes empresas nacionais. Teve intensa atuação também no setor público, assumindo em 1967 a presidência do Banco Central.

03082016-leme600

Na década de 60, Ruy Leme foi o artífice da criação do Departamento de Administração, na então Faculdade de Ciências Econômicas, e o seu primeiro diretor. No âmbito da Escola Politécnica, teve importância fundamental na criação da Fundação Carlos Alberto Vanzolini, em 1967, tendo sido o seu primeiro diretor-presidente.

Na área acadêmica, foi responsável pela utilização da Estatística em atividades industriais e o difusor da Pesquisa Operacional. Deixou inúmeras obras publicadas, ligadas à Engenharia de Produção e à Economia, o que fez dele um dos mais influentes pensadores produzidos pela Esco­la Politécnica da USP. Sua contribuição é de grande valor, tanto no setor acadêmico-conceitual, quanto no institu­cional, como criador e gestor de centros de excelência, e ainda no plano da difusão e da prática, como administrador de empresas e consultor.

Veja mais sobre a história da Fundação Vanzolini em Quem foi Carlos Alberto Vanzolini (1902-1953)Uma história que merece ser contada e Ponte com o setor produtivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *